Mountain bike: por que pedalo uma 27,5”

Sou ciclista desde que completei 21 anos e, pra você ter uma ideia, pedalo mais ou menos 1.200 km por mês. Nesse tempo, já rodei com diversas mountain bikes e posso dizer sem medo de errar: as bicicletas 27,5” são perfeitas pra mim. Estou há pouco mais de seis meses com uma Scott Scale Premium 700, mas pude perceber que este tamanho de roda é ideal pro meu estilo de pilotagem logo no primeiro pedal.

Existe muita gente boa e técnica falando sobre as bicicletas 27,5”. Mas eu resolvi escrever este texto baseado nas sensações que tenho enquanto ciclista, dentro da trilha, com este tipo de bike. Pedalar uma 27,5” é sensacional e vou explicar porque tenho esse sentimento. 😀

O que sinto enquanto pedalo

IMG-20160109-WA0023
Antes de mais nada é bom que você saiba que pedalar é o que mais me deixa feliz na vida. Então, sempre que estou pedalando os primeiros sentimentos que me vêm são de alegria e liberdade. E a 27,5” me trouxe três grandes sensações dentro da trilha: controle total, agilidade e agressividade.

Para mim são estas as principais características que as bikes de roda 27,5” trazem para o ciclista, as três grandes vantagens que eu percebi logo de cara. Posso falar por mim: fiquei completamente apaixonada pela 27,5” porque com ela eu consigo brincar com a minha bike. Eu sinto ela muito mais na minha mão, como a gente diz, uma sensação muito mais do que com as bikes com outras medidas de roda.

Maior rendimento na subida

Eu sou o tipo de mountain biker que gosta muito mais de subir do que descer. Então, o desempenho de uma bicicleta durante a subida me chama muito a atenção: e a 27,5” é impressionante.

IMG-20160117-WA0025
Parece que o rendimento é muito maior, não perco tração em nenhum momento, mesmo em subidas mais íngremes. Isso faz com que eu termine as subidas muito mais rápido do que eu costumava terminar. É, acho que posso dizer que com a 27,5” eu curto muito mais todos os momentos das trilhas – mas principalmente as subidas.

Controle nas curvas

Aqui é bem aquela sensação de sentir a bike na mão. O tamanho das rodas é perfeito e, consequentemente, o controle nas curvas acaba sendo maior também. Eu, que me considero experiente no mountain bike, senti isso – então, talvez quem não seja tão experiente tenha esse sentimento ainda mais forte.

O curioso é que a 27,5” deixa a bike mais na mão nas curvas, mas nas retas ela embala tão bem quanto uma bike 29”. Entendeu porque eu acho perfeita? 🙂

LEIA MAIS: 11 itens indispensáveis para sua trilha 
LEIA MAIS: Scott indica bike ideal para cada tipo de trilha
LEIA MAIS: Tecnologia de ponta torna a linha Scale 2016 mais leve e eficiente

Melhor rendimento nas descidas

Nas descidas, eu tenho sensação parecida com a que tenho nas subidas: de controle total, de sentir a bike na minha mão. A bicicleta desce leve, com absorção dos impactos e aquela sensação deliciosa de liberdade (que só a bike traz!) e segurança ao mesmo tempo.

IMG-20160117-WA0020
Bom, espero que tenha ajudado quem não conhece a entender como um ciclista se sente pedalando uma 27,5”. E você que já pedalou uma, qual a sua opinião?

Lais Saes

Ela começou a pedalar aos 20 anos e hoje compete na Elite das principais provas nacionais. Usa uma Scale 700 Premium e, #Scotteira há sete anos, sempre valoriza a feminilidade e vestir a camisa (e uniforme completo) da marca.

Related Post

One thought on “Mountain bike: por que pedalo uma 27,5”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *